Total de visualizações de página

quinta-feira, 27 de junho de 2013

BRINCANDO DE MÉDICO


Era uma vez....
Não sei se todo mundo é assim, mas tem muitas coisas
que aconteceram quando  eu tinha por volta de três 
anos de idade que me recordo com certa clareza....
Morava em uma cidade bem pequena. O que separava
uma casa da outra era a cerca de arame farpado.
Eu, a caçula das brincadeiras, várias primas
cuidavam de mim. Vivíamos soltas nos quintais
das nossas casas, brincávamos o dia inteiro, parava
só na hora do almoço. O lanche? Frutas fresquinhas
colhida direto do pé.....
Um dia nesse vai e vem de pular a cerca de arame 
farpado, eu como era a menorzinha, me enrosquei
e cortei a perna, foi um corte profundo, saía muito
sangue....As primas com medo da bronca da minha
mãe tentaram cuidar do machucado.....
Agora pensa, não havia qualquer tipo de primeiros
socorros, a improvisação teria que ser eficiente, pois
o sangue saia sem parar.....rsrs!
Uma delas teve a brilhante idéia, pegou algumas folhas
de laranjeira e a medida que o sangue escorria, ela
limpava....Mas o processo não estava sendo suficiente...
Então com a mesma folha de laranjeira comprimiu por
alguns minutos o corte..... Acredita??? rsss!!! Deu certo,
o sangue parou....A "médica" conseguiu estancar 
sangramento...KKKKKKKKKKKK!!!
Até algum tempo atrás, a cicatriz existia na  minha 
perna e todas as vezes que via sorria para mim
mesma recordando a eficiência da "médica"
que tão sabiamente "me salvou"...rsrsss!!!
Minha infância foi boa demais.....
Pois sei que foi assim...

3 comentários:

sergio disse...

Tadinha....rs...algum risco de infecção...rs...devia estar com com bom sistema imonológico...rs...qualquer coisa que comprimir no local ajuda, pelo menos nesses casos mais leves...me fez lembrar de uma vez que pisei descalço num caquinho de vidro e minha mãe ligou pro meu pai no serviço porque não parava de sangrar...ele disse pra por a perna pra cima e que eu ficasse deitado...também funcionou...rs...felizmente, né?...:)

Malu Silva disse...

E pensar que hoje em dia poucas crianças passam por aventuras assim cheias de emoções e sentimentos.
Eu também tive uma infância carregada de brincadeiras e peraltices...
Abraços, minha querida!!

ROSANE SILVEIRA disse...

é sempre uma alegria vim aqui prosear contigo minha querida amiga e acredite é como se realmente estivessemos proseando de verdade de pertinho rsrsrsrs criança é fogo mesmo viajei literalmente em tua história me lembrando do morrão que tinha atrás de minha casa e adivinha desciamos aquele morro em cima de papelão rsrsrs olha o risco de um machucado daqueles bjs minha querida e toda paz do mundo em seu caminhar